Mulheres que agendam sexo têm maior probabilidade de engravidar

Estudo defende que mulheres que agendam o sexo têm uma maior probabilidade de engravidar em comparação com as que preferem relações sexuais espontâneas.

Mulheres que agendam sexo têm maior probabilidade de engravidar

Mulheres que agendam sexo têm maior probabilidade de engravidar

Estudo defende que mulheres que agendam o sexo têm uma maior probabilidade de engravidar em comparação com as que preferem relações sexuais espontâneas.

Casais que estão a tentar engravidar tendem a recorrer a diversas dicas que prometem ser uma boa ajuda para conceber uma criança. Pois bem, a que se segue chega à boleia da ciência e em formato de estudo. Que defende que as mulheres que agendam o sexo são aquelas que têm uma melhor possibilidade de engravidar. É salientado que os casais que descobriram aquilo que é referido como “janela fértil”, algo feito com recurso a testes de urina, podem mesmo aumentar a possibilidade de ter um filho em até 10%.

Sete benefícios menos conhecidos do sexo
Estudos revelam que as pessoas estão a fazer menos sexo do que há 20 anos. Descubra sete benefícios que incentivam a mudar a estatística (… continue a ler aqui)

O estudo descobriu que a deteção da ovulação urinária pode ajudar os casais a agendar da melhor forma as sessões de relações sexuais. Ainda assim, os investigadores não conseguem encontrar o mesmo benefício em outros métodos. Algo como aplicações do ciclo menstrual, previsões de calendário e até dispositivos corporais que identificam alterações no muco cervical ou na temperatura do corpo.

“Esta atualização sugere um benefício da relação sexual cronometrada recorrendo à deteção da ovulação urinária. No entanto, são necessárias mais evidências sobre os efeitos adversos da relação sexual cronometrada e da sua eficácia em diferentes grupos – como aqueles com infertilidade inexplicada – antes que os médicos possam promover essa prática”, realça Tatjana Gibbons, da Universidade de Oxford e uma das mentoras do trabalho. “Estudos futuros também devem avaliar o uso de métodos de consciencialização sobre fertilidade para casais que tentam conceber”, acrescenta.

Benefício do sexo agendado

A verdade é que as relações sexuais agendadas são cada vez mais populares. Algo que está associado, em parte, à proliferação de aplicações relacionadas com a saúde. Como é o caso dos detetores de ovulação. Estas aplicações ajudam a prever os dias do ciclo menstrual em que o ovário apresenta uma maior probabilidade de libertar um óvulo para a inseminação. De acordo com um estudo, aqueles que agendam o sexo e recorrem a testes de urina para descobrir a janela fértil têm uma probabilidade de 20 a 28% de engravidar. Valor que baixa para os 18% entre os casais que têm relações sexuais espontâneas.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Shutterstock

Impala Instagram


RELACIONADOS