Linda Evangelista brutalmente desfigurada após intervenção estética

Linda Evangelista, a famosa top-model dos anos 90 conhecida pela sua beleza e corpo escultural, está “brutalmente desfigurada”. Foi a própria quem partilhou a sua história nas redes sociais, revelando que ficou assim depois de uma cirurgia estética.

Linda Evangelista brutalmente desfigurada após intervenção estética

Linda Evangelista brutalmente desfigurada após intervenção estética

Linda Evangelista, a famosa top-model dos anos 90 conhecida pela sua beleza e corpo escultural, está “brutalmente desfigurada”. Foi a própria quem partilhou a sua história nas redes sociais, revelando que ficou assim depois de uma cirurgia estética.

Linda Evangelista, a famosa top-model dos anos 90 conhecida pela sua beleza e corpo escultural, está “brutalmente desfigurada”. Foi a própria quem partilhou a sua história nas redes sociais, revelando que ficou assim depois de uma cirurgia estética.

“Hoje dei um grande passo em relação a um erro que sofri e que guardei só para mim durante mais de cinco anos. Para os meus seguidores que se perguntam por que razão não tenho trabalhado, enquanto a carreira de algumas colegas está a prosperar, o motivo é que fui brutalmente desfigurada pelos procedimentos Zeltiq’s CoolSculpting, que fizeram o oposto do que prometiam. Aumentaram, não diminuiram, as minhas células de gordura e deixaram-me permanentemente deformada, mesmo depois de ter passado por duas cirurgias corretivas, dolorosas e mal sucedidas. Deixaram-me irreconhecível”, escreveu na sua página de Instagram esta quinta-feira, 23 de setembro.

Linda Evangelista, de 56 anos, explicou que, depois da cirurgia estética, desenvolveu “hiperplasia adiposa paradoxal”, uma reação adversa rara, em que se nota um aumento anormal da massa de gordura na região operada. “Um risco do qual não tinha conhecimento antes de fazer os procedimentos”, disse a modelo. “A HAP destruiu o meu sustento e atirou-me para uma profunda depressão e para as profundezas da auto-aversão”, acrescentou.

“Transformei-me numa reclusa. Com este processo, estou a avançar para me livrar da minha vergonha e ir a público contar a minha história. Estou tão cansada de viver assim. Gostaria de sair pela porta com a cabeça erguida, apesar de não me parecer mais comigo própria”, concluiu Linda Evangelista.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Reuters e reprodução redes sociais

 

Impala Instagram


RELACIONADOS