Cristina Ferreira relata sofrimento da mãe por não poder ir ao cemitério

Cristina Ferreira confidenciou, em conversa com Júlia Pinheiro, que a mãe está a sofrer. «Para a minha mãe faz-lhe falta porque ela acha que esta a falhar à mãe»

Cristina Ferreira relata sofrimento da mãe por não poder ir ao cemitério

Cristina Ferreira confidenciou, em conversa com Júlia Pinheiro, que a mãe está a sofrer. «Para a minha mãe faz-lhe falta porque ela acha que esta a falhar à mãe»

Cristina Ferreira confidenciou, em conversa com Júlia Pinheiro na manhã desta quinta-feira, dia 30 de abril, que a mãe está a sofrer durante a pandemia do coronavírus por não conseguir continuar a homenagear a mãe, no cemitério. A avó da apresentadora da SIC morreu há quase dois anos e Maria Filomena Jorge sente-se triste por não conseguir cuidar da última morada da progenitora.

  1. LEIA DEPOIS
    Meteorologia: Previsão do tempo para sábado, 2 de maio

«A minha mãe está comigo todos os dias. A minha avó faleceu há quase dois anos, fará em agosto, e ela sempre teve um culto pelo luto e pela forma como deve cuidar da última morada. E isso está a afetá-la muito. O facto de não poder ir à campa da minha avó colocar as flores… são coisas que eu oiço todos os dias. Para a minha mãe faz-lhe falta porque ela acha que esta a falhar à mãe», disse Cristina Ferreira, com voz embargada.

«Não vejo a minha mãe há quase dois meses e isso é muito difícil», confessou Júlia Pinheiro

Júlia Pinheiro também partilhou a sua dor por não poder visitar a mãe, que vive num lar, devido às regras de restrição impostas pela pandemia da Covid-19. «Não vejo a minha mãe há quase dois meses e isso é muito difícil. Ela compreendeu muito bem, mesmo assim, quando lhe expliquei o que se estava a passar. Ficou uma senhora diferente depois de ter o AVC. Às vezes tem dificuldades… já é muito tempo e eu tenho muito medo…», declarou, explicando que continua a falar com a mãe, Áurea Pinheiro,mas que esta tem dificuldades na comunicação devido ao AVC. «Ela não quer estar muito tempo ao telefone, eu percebo, está sempre a despachar-me, para não mostrar a fragilidade dela.»

Júlia Pinheiro esteve no Programa da Cristina para falar do novo projeto em rádio. Todos os dias, entre as 23h00 e as 00h00, é protagoniza a Hora da Júlia, na rádio Renascença, um programa que faz a partir de casa.

Texto: Ricardina Batista

LEIA MAIS
Filomena Cautela confessa que já trabalhou sem cuecas

 

Pontos de Venda das Nossas Revistas

Impala Instagram


RELACIONADOS