Cláudio Ramos conta tudo sobre operação ao coração

Cláudio Ramos já está em casa depois de ter sido internado de urgência para ser submetido a uma “cardioversão elétrica”. O apresentador da TVI deverá regressar à antena ainda esta semana.

Cláudio Ramos conta tudo sobre operação ao coração

Cláudio Ramos já está em casa depois de ter sido internado de urgência para ser submetido a uma “cardioversão elétrica”. O apresentador da TVI deverá regressar à antena ainda esta semana.

Cláudio Ramos já está em casa depois de ter sido internado para ser submetido a uma cardioversão elétrica. O apresentador das manhãs da TVI entrou em direto, via chamada telefónica, no “Dois às 10” desta terça-feira, dia 4, para contar tudo sobre o seu estado de saúde.

“Eu estou bem. Queria só que as pessoas soubessem todas que estou bem, que já passou, que foi um susto”, começou por dizer Cláudio Ramos. De seguida, recordou ter “fibrilhação auricular”. A pedido de Maria Botelho Moniz, que se encontra a conduzir o matutino de Queluz de Baixo sozinha, explicou que “é quando o coração, por uma razão qualquer, começa a bater” mais rápido. “O teu pode bater a 70 ou 80 pulsações por minuto, o meu bate a 157, por exemplo, e de forma descompassada, de forma arítmica”, disse.

“Há um primeiro processo que se faz, que é químico, com medicação, que pode reverter. [Desta vez] Não reverteu, por isso é que fui para o hospital”, acrescentou ainda o comunicador, de 48 anos. Cláudio Ramos contou ainda que, para fazer a cardioversão elétrica, teve de ser anestesiado. “É um processo que volta a colocar o coração com os batimentos normais. Estou em casa e estou bem”, rematou, dizendo que deverá regressar à antena ainda esta semana.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS