Festas do Santo Cristo retomadas a partir de sexta-feira em Ponta Delgada

As festas do Santo Cristo, suspensas há dois anos devido à pandemia de covid-19, realizam-se a partir de sexta-feira, em Ponta Delgada, Açores, com um dos pontos altos na procissão de domingo, que percorre as ruas da cidade.

Festas do Santo Cristo retomadas a partir de sexta-feira em Ponta Delgada

Festas do Santo Cristo retomadas a partir de sexta-feira em Ponta Delgada

As festas do Santo Cristo, suspensas há dois anos devido à pandemia de covid-19, realizam-se a partir de sexta-feira, em Ponta Delgada, Açores, com um dos pontos altos na procissão de domingo, que percorre as ruas da cidade.

As festas, que têm por referência a imagem do “Ecce Homo”, realizam-se na cidade de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, tendo por base o quinto domingo a seguir à Páscoa.

Este ano decorrem entre sexta-feira e a quinta-feira seguinte (dia 26) e têm um novo formato, ainda devido à pandemia, com a imagem do Santo Cristo a sair da Igreja do Santuário para o adro logo na sexta-feira pelas 21:00, coincidindo com a abertura das luzes no Campo de São Francisco.

Na sexta-feira, a imagem fica no adro até às 22:00, sendo transportada para a Igreja de São José, localizada no Campo de São Francisco, e onde decorrerá a primeira vigília, duas horas mais tarde, à meia-noite.

A imagem volta a estar no adro da Igreja do Santuário na noite de sábado, assim como no domingo, no final da procissão, que percorre as principais ruas da cidade de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

Também na sexta-feira abre o bazar, junto à Igreja do Santuário, indica a Irmandade do Senhor Santo Cristo, no Programa Definitivo das Festas de 2022, disponível na página da internet.

No sábado, destaca-se a procissão à volta do Campo de São Francisco, a partir das 16:30, altura em que a imagem do Santo Cristo passará em frente a uma Guarda de Honra prestada por uma companhia do Exército e Banda da Zona Militar dos Açores, com salva por uma corveta da Marinha e sobrevoo por uma aeronave da Força Aérea.

No cortejo participam anualmente milhares de devotos que seguem a imagem, alguns descalços e com molhos de círios (velas) às costas, no pagamento de promessas.

Antes da mudança da imagem, centenas de peregrinos percorrem, na manhã de sábado, de joelhos, o empedrado do Campo de São Francisco como forma de pagamento de promessas ao Senhor Santo Cristo dos Milagres.

Ainda segundo o programa, no sábado, pelas 17:45 está prevista uma alocução pelo Cardeal Tolentino Mendonça, natural da Madeira, arquivista e bibliotecário da Santa Sé, que irá presidir aos festejos religiosos.

No domingo haverá a tradicional missa dos peregrinos, pelas 06:00, na Igreja de São José.

Depois da Missa, a Imagem sairá da Igreja de São José para o adro do Santuário, onde ficará para a celebração eucarística (09:30), presidida pelo Cardeal D. José Tolentino Mendonça.

A figura do Santo Cristo é recolhida ao Convento depois da celebração, para ser preparada para a procissão, que começa pelas 15:30 e percorrerá as principais artérias da cidade de Ponta Delgada.

No domingo, pelas 16:30, a Imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres sai do convento para integrar a procissão, iniciando um trajeto de cerca de quatro horas.

Na segunda-feira, feriado municipal, será realizada, pelas 11:00, uma celebração eucarística pelas intenções da Mesa da Irmandade e seus colaboradores, presidida pelo Administrador Diocesano.

Às 15:00, haverá arrematação (licitação pública de oferendas à Irmandade do Santo Cristo) e abertura do Bazar.

Na quinta-feira, último dia das festas, pelas 17:00, reabre o bazar e, pelas 18:00, encerram as festas religiosas do Santo Cristo dos Milagres, com uma solene Concelebração, presidida pelo Reitor do Santuário, Cónego Adriano Borges.

Encerrado no coro baixo do Convento ao longo de todo o ano, o Santo Cristo – um busto do “Ecce Hommo” oferecido às freiras clarissas pelo papa Paulo III – sai à rua apenas no quinto fim-de-semana a seguir à Páscoa.

A devoção ao Santo Cristo foi introduzida em São Miguel pela madre Teresa D´ Anunciada.

As festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, consideradas a segunda maior manifestação religiosa do país depois das peregrinações a Fátima, trazem anualmente milhares de peregrinos de todo o mundo até à ilha de São Miguel, oriundos das ilhas, do continente e das comunidades de emigrantes, nomeadamente Estados Unidos da América e Canadá.

Tendo em conta a pandemia, a Irmandade recomenda o uso de máscara, sobretudo durante as vigílias.

O Governo dos Açores vai conceder tolerância de ponto aos trabalhadores da Administração Pública Regional cujos serviços estão sediados na ilha de São Miguel, na segunda-feira das Festas do Senhor Santo Cristo, feriado municipal em Ponta Delgada.

O executivo regional justificou a decisão com o “profundo significado” para a população de São Miguel das festividades.

É também concedida tolerância de ponto aos trabalhadores da Administração Pública Regional dos Açores cujos serviços de encontrem sediados no concelho de Ponta Delgada no dia 26 de maio.

A Câmara Municipal de Ponta Delgada conceder tolerância de ponto a todos os colaboradores da autarquia, SMAS (Serviços Municipalizados de Água e Saneamento) e setor empresarial local, no dia 26 de maio, dia oficial de encerramento das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres.

APE // ACG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS