Ataque do Estado Islâmico na África Ocidental faz 14 mortos na Nigéria

Pelo menos 14 soldados morreram e vários estão desaparecidos na sequência de um ataque à base militar de Jakana, na Nigéria, atribuído ao Estado Islâmico na África Ocidental, noticia a AFP, citando duas fontes.

Ataque do Estado Islâmico na África Ocidental faz 14 mortos na Nigéria

Ataque do Estado Islâmico na África Ocidental faz 14 mortos na Nigéria

Pelo menos 14 soldados morreram e vários estão desaparecidos na sequência de um ataque à base militar de Jakana, na Nigéria, atribuído ao Estado Islâmico na África Ocidental, noticia a AFP, citando duas fontes.

Duas fontes, que solicitaram o anonimato, disseram à AFP que o grupo de combatentes do Estado Islâmico na África Ocidental (ISWAP), um ramo do Boko Haram filiado no autoproclamado Estado Islâmico desde 2016, atacou a base militar de Jakana na sexta-feira com metralhadoras e lança-granadas, uma ofensiva seguida de combates intensos.

“Perdemos 14 soldados na batalha, incluindo o oficial no comando e um outro oficial”, disse uma das fontes contactadas pela agência de notícias francesa, a AFP, que acrescentou que o ataque foi feito com metralhadoras e lança-granadas.

Jakana, a 25 km de Maiduguri, é a capital do Estado de Borno e o centro da insurreição jihadista da Nigéria, e está situada numa estrada estratégica para os combatentes do ISWAP, já que liga os seus campos na floresta de Benisheikh aos seus esconderijos em Buni Yadi, na região de Yobe.

A aldeia e a base militar ali localizada foram alvo de numerosos ataques do grupo, que foi formado a partir de uma divisão de Boko Haram.

A insurreição desenvolveu-se no nordeste da Nigéria a partir de 2009, antes de se espalhar para os vizinhos Camarões, Níger e Chade.

Desde então, mais de 36 mil pessoas, a maioria nigerianos, foram mortas e três milhões foram forçadas a fugir das suas casas, de acordo com os dados das Nações Unidas citados pela AFP.

MBA // JPF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS