Venezuela: Maduro nomeia seis novos ministros e um vice-presidente

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou hoje uma remodelação no Governo, com a nomeação de seis novos ministros e de um vice-presidente para o Socialismo Social e Territorial.

Venezuela: Maduro nomeia seis novos ministros e um vice-presidente

Venezuela: Maduro nomeia seis novos ministros e um vice-presidente

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou hoje uma remodelação no Governo, com a nomeação de seis novos ministros e de um vice-presidente para o Socialismo Social e Territorial.

O anúncio foi feito através da rede social Twitter e tem lugar depois de vários membros do seu executivo terem sido eleitos, nas primárias de 8 de agosto do Partido Socialista Unido da Venezuela (partido do Governo), para participar, como candidatos, nas eleições estaduais e regionais marcadas para 21 de novembro.

Segundo Nicolás Maduro, o almirante Remígio Ceballos Ichaso, chefe do Estado Maior do Comando Estratégico Operacional das Forças Armadas Bolivarianas (FANB), será o novo “ministro das Relações Internas, Justiça e Paz, e vice-presidente do Governo para a Segurança Cidadã”.

“A sua experiência nas FANB e a sua grande capacidade ética e moral e lealdade à pátria são uma garantia de estabilidade e paz”, disse o chefe de Estado venezuelano a propósito de Ceballos, que substitui Carmen Meléndez.

“Nomeei o camarada Jorge Arreaza (atual ministro das Relações Exteriores) como ministro da Indústria e Produção Nacional. Com a sua capacidade de trabalho, inteligência e empenho, avançaremos com maior força na dinamização das forças produtivas da Pátria. Produzir tudo na Venezuela, essa é a meta!”, anunciou o Chefe de Estado.

Em substituição de Jorge Arreaza, como ministro das Relações Exteriores, Maduro nomeou Félix Plasencia, diplomata de carreira e ex-ministro do Turismo.

“Tem a imensa responsabilidade de continuar com o excelente trabalho diplomático desempenhado por Jorge Arreaza. Façamos triunfar no mundo, cada vez mais, a nossa diplomacia de paz”, disse Maduro no Twitter.

Yelitze Santaella assumirá o Ministério de Educação, em substituição de Eduardo Piñate, e Margaud Godoy vai dirigir o Ministério para a Mulher e Igualdade de Género, substituindo Carolys Pérez,

Godoy, disse Maduro, deverá lutar pelos direitos das mulheres e mostrar que a revolução bolivariana é “eminentemente feminista”.

O almirante William Serantes Pinto estará à frente do Ministério de Desenvolvimento Mineiro Ecológico, em substituição de Magaly Enríquez, com a missão de “continuar a diversificar a economia neste importante setor, sempre protegendo o ecossistema”.

Mervin Maldonado, ex-ministro da Juventude e Desporto, vai assumir as funções de novo vice-presidente de Governo para o Socialismo Social e Territorial.

 

FPG // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS