Presidente da ANA chamado ao parlamento sobre ampliação da pista do Aeroporto da Horta

O presidente da comissão executiva da ANA/VINCI vai ser chamado ao parlamento para esclarecimentos sobre a ampliação da pista do Aeroporto da Horta, na ilha do Faial, Açores, por requerimento do PS, aprovado hoje por unanimidade.

Presidente da ANA chamado ao parlamento sobre ampliação da pista do Aeroporto da Horta

Presidente da ANA chamado ao parlamento sobre ampliação da pista do Aeroporto da Horta

O presidente da comissão executiva da ANA/VINCI vai ser chamado ao parlamento para esclarecimentos sobre a ampliação da pista do Aeroporto da Horta, na ilha do Faial, Açores, por requerimento do PS, aprovado hoje por unanimidade.

Os deputados do PS na Assembleia da República eleitos pelos Açores solicitaram, em 27 de julho, a presença no parlamento do presidente executivo da ANA Aeroportos, Thierry Ligonniére, devido à ampliação da pista do aeroporto da Horta, no Faial, que foi hoje aprovada por unanimidade pelos deputados da Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação.

Assim, o presidente executivo da gestora de aeroportos do grupo VINCI será ouvido, em data ainda a agendar.

Em nota de imprensa, os deputados socialistas João Castro, Isabel Rodrigues e Lara Martinho indicaram, na ocasião, que querem que o responsável da ANA preste “esclarecimentos referentes à ampliação da pista do aeroporto da Horta”.

O comunicado realçava que, devido à dimensão da pista, o aeroporto da Horta “opera com penalizações na ligação ao continente”, o que afeta o “número de passageiros, a bagagem, a carga e o próprio combustível”.

Os socialistas lembravam também que a Assembleia da República já aprovou uma resolução que recomenda ao Governo a “adoção de medidas urgentes para a ampliação da pista” daquela infraestrutura.

O PS/Açores realçava ainda que o Orçamento do Estado prevê que sejam tomados os “procedimentos necessários para a viabilização e antecipação da ampliação da pista do aeroporto da Horta”.

Contudo, assinalavam os socialistas, a ANA tornou público “não estar fora de hipóteses” promover uma “diminuição efetiva de pista utilizável para aterragem e deslocação das aeronaves”.

“Nesse sentido e referindo-se à gravidade da situação, face a uma posição desta natureza, os deputados socialistas referem ser um desrespeito claro pelas recomendações da Assembleia da República e pelos compromissos assumidas pelo atual Governo da República”, concluía o comunicado.

Em 24 de junho, o PS do Faial, nos Açores, alertou para uma “redução da área útil” da pista do Aeroporto da Horta no projeto de ampliação, lamentando o silêncio do Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM) e a “subserviência” à empresa concessionária.

Em 14 de junho, o Governo da República criou um grupo de trabalho para estudar a ampliação do aeroporto da Horta, na ilha do Faial, que irá integrar representantes dos ministros do Planeamento e das Infraestruturas.

Em 11 de maio foi revelado que a prioridade para o aeroporto da Horta é completar a área de segurança até 2024, segundo a ANA, que assumiu o “compromisso” de analisar a ampliação da pista, numa resposta que deixou o presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, “satisfeito”.

MPE (RPYP/ACG) // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS