Pelé não responde mais à quimioterapia e está em cuidados paliativos

O antigo futebolista brasileiro Pelé luta contra um cancro desde 2021, passou por cirurgia e teve metástases diagnosticadas no início deste ano.

Pelé não responde mais à quimioterapia e está em cuidados paliativos

Pelé não responde mais à quimioterapia e está em cuidados paliativos

O antigo futebolista brasileiro Pelé luta contra um cancro desde 2021, passou por cirurgia e teve metástases diagnosticadas no início deste ano.

Internado desde o dia 29 de novembro, no Hospital Israelita Albert Einstein de São Paulo, o antigo  futebolista brasileiro Pelé não está a responder mais aos tratamentos de quimioterapia que vinha a fazer desde setembro do ano passado, altura em que foi operado a um cancro no intestino. No início do ano, foram diagnosticadas metástases no intestino, no pulmão e no fígado.

Segundo o jornal brasileiro a Folha, Pelé, de 82 anos, está em cuidados paliativos exclusivos. Isso quer dizer que a quimioterapia foi suspensa e que a antiga estrela do futebol brasileiro está a receber medidas de conforto, para aliviar a dor e a falta de ar, por exemplo, sem ser submetido a terapias invasivas.

Na terça-feira, a ESPN Brasil informou que Pelé foi internado de urgência com um quadro de anarsarca (inchaço generalizado), com edema generalizado e insuficiência cardíaca descompensada. Nesta sexta-feira, o hospital confirmou que Pelé deu entrada para reavaliação do tratamento a um cancro no cólon, mas acabou por sofrer uma infeção respiratória, “tratada com antibióticos”. A equipa médica adiantou ainda que o seu estado geral estaria a melhorar. “A resposta [de Pelé] foi adequada e o paciente está estável, com uma melhoria geral do seu estado de saúde. Vai continuar no hospital nos próximos dias, para continuar o tratamento”, disse.

Kely Nascimento, filha do antigo jogador, veio depois minimizar a gravidade do estado de saúde do pai e disse não existir “nenhuma emergência”. “Realmente e honestamente, apreciamos a preocupação e o amor”, escreveu nas redes sociais.

O que são cuidados paliativos?

Explica o Serviço Nacional de Saúde que são cuidados destinados a prevenir e aliviar o sofrimento físico, psicológico, social e espiritual decorrentes de uma doença grave e incurável, avançada e progressiva. Têm como principal objetivo promover o bem-estar e melhorar a qualidade de vida do doente, acompanhando-o, bem como à sua família, ao longo da trajetória da doença, o que pode estender-se ao período de luto.

Impala Instagram


RELACIONADOS