Preços na produção industrial desaceleraram para 16,2% em outubro

O Índice de Preços na Produção Industrial (IPPI) aumentou 16,2% em outubro face ao mesmo mês de 2021, abrandando face aos 19,7% de setembro sobretudo devido à desaceleração dos preços da ‘energia’, informou hoje o INE.

Preços na produção industrial desaceleraram para 16,2% em outubro

Preços na produção industrial desaceleraram para 16,2% em outubro

O Índice de Preços na Produção Industrial (IPPI) aumentou 16,2% em outubro face ao mesmo mês de 2021, abrandando face aos 19,7% de setembro sobretudo devido à desaceleração dos preços da ‘energia’, informou hoje o INE.

“O IPPI desacelerou 3,5 pontos percentuais, para uma taxa de variação homóloga de 16,2% em outubro. Esta evolução foi largamente influenciada pela desaceleração de 13,2 pontos percentuais observada no agrupamento de ‘energia’, que, ainda assim, cresceu 21,7% no mês em análise”, refere o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Excluindo o agrupamento de ‘energia’, os preços na produção industrial aumentaram 14,6% em outubro (15,5% no mês anterior).

Segundo o INE, todos os agrupamentos apresentaram variações positivas, tendo os ‘bens de consumo’ apresentado a única aceleração face ao mês anterior.

O índice da secção das ‘indústrias transformadoras’ abrandou 1,6 pontos percentuais, para um aumento homólogo de 21,6%, do qual resultou um contributo de 18,6 pontos percentuais para a variação do índice total.

Já os preços na secção de ‘eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio’ diminuíram, em termos homólogos, 20,9% em outubro, após a redução de 5,8% observada no mês anterior, originando um contributo de -2,4 pontos percentuais (-0,6 pontos percentuais no mês precedente) para a variação do índice total.

Em outubro, a variação mensal do IPPI foi de -0,4%, o que compara com um crescimento de 2,6% em outubro de 2021.

O agrupamento de ‘energia’ deu o contributo mais relevante para a variação mensal do índice total (-0,7 pontos percentuais), resultante da taxa de variação de -2,9% (7,7% em igual período de 2021).

Por sua vez, a secção de ‘eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio’ registou uma variação mensal de -5,1% (13,1% em outubro de 2021) dando um contributo de -0,4 pontos percentuais para a variação do índice total.

PD // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS