Município de Maputo sobe preço de transportes públicos

O município de Maputo anunciou hoje um aumento de três meticais (0,04 euros) dos transportes públicos a aplicar dentro de uma semana, mas o incremento já foi considerado insatisfatório pelos operadores face à inflação e sem que tenham sido permitidas atualizações.

Município de Maputo sobe preço de transportes públicos

Município de Maputo sobe preço de transportes públicos

O município de Maputo anunciou hoje um aumento de três meticais (0,04 euros) dos transportes públicos a aplicar dentro de uma semana, mas o incremento já foi considerado insatisfatório pelos operadores face à inflação e sem que tenham sido permitidas atualizações.

“O Conselho Municipal da Cidade de Maputo deliberou aumentar em três meticais a tarifa de transporte” a partir de 27 de fevereiro, disse o vereador para a área de Mobilidade, Transporte e Trânsito Municipal, Alexandre Muianga, falando em conferência de imprensa.

Muianga avançou que o novo preço de viagem na cidade de Maputo resultou de um consenso com a Federação Moçambicana das Associações dos Transportadores Rodoviários de Moçambique (Fematro) após várias rondas de negociações que vinham tendo lugar desde janeiro.

Aquele responsável assinalou que o aumento está abaixo dos sete meticais (0,10 euros) propostos pela Fematro e teve em conta a difícil situação em que a população se encontra.

Alexandre Muianga declarou que as novas tarifas abrangem apenas os transportadores geridos por operadores privados, enquanto os veículos do município vão manter o custo do bilhete, e assinalou ainda que, com o aumento do preço de viagem na cidade de Maputo, não serão pagos subsídios aos operadores privados, por se mostrarem insustentáveis.

Por seu turno, o presidente da Fematro, Castigo Nhamane, disse na conferência de imprensa que “os transportadores não estão satisfeitos com as novas tarifas, mas compreendem as dificuldades” dos utilizadores, com o aumento do custo de vida.

O preço de transporte público nas cidades moçambicanas é uma constante fonte de tensões, dado que o setor é dominado por operadores privados, mas com preços administrados pelas autoridades.

Com o aumento anunciado em Maputo, vai subir a pressão para que outras cidades agravem também as tarifas.

PMA // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS