UE contribui com 1ME para as pessoas afetadas pelo furacão Ian em Cuba

A União Europeia (UE) vai contribuir com um milhão de euros para ajudar os atingidos pelo furacão Ian em Cuba, que causou pelo menos três mortos e inúmeros danos, informou hoje a representação diplomática de Bruxelas, em Havana.

UE contribui com 1ME para as pessoas afetadas pelo furacão Ian em Cuba

UE contribui com 1ME para as pessoas afetadas pelo furacão Ian em Cuba

A União Europeia (UE) vai contribuir com um milhão de euros para ajudar os atingidos pelo furacão Ian em Cuba, que causou pelo menos três mortos e inúmeros danos, informou hoje a representação diplomática de Bruxelas, em Havana.

“O furacão Ian teve um impacto devastador em Cuba e estima-se que foram afetadas 100.000 casas”, acrescentou a delegação do bloco comunitário em Cuba, numa mensagem publicada no Twitter.

A UE partilhou ainda a mensagem do comissário europeu para a Gestão de Crises, responsável pela Proteção Civil Europeia e Ajuda Humanitária e coordenador europeu de Resposta a Emergências, Janez Lenarcic, expressando a solidariedade dos 27 países europeus que compõem a UE com o povo cubano neste “momento difícil”.

“O furacão Ian teve um impacto devastador em várias partes do país. O nosso apoio ajudará as pessoas diretamente afetadas no terreno”, disse.

Nos últimos dias, chegaram a Cuba ajudas de vários tipos provenientes do México, Venezuela e Argentina, bem como da Organização Mundial da Saúde (OMS) e sua subsidiária regional nas américas.

Num anúncio publicado no The New York Times, grupos da sociedade civil dos EUA, próximos a Cuba, pediram ao governo norte-americano para suspender, temporariamente, as sanções à ilha para facilitar a reconstrução após a passagem do furação.

O furacão Ian atravessou o extremo oeste de Cuba há 11 dias com fortes chuvas e ventos até 200 quilómetros por hora, causando três mortos e grandes danos materiais.

Por questões não totalmente esclarecidas, a passagem do furacão gerou um apagão completo na ilha, causando danos em cerca de 100.000 casas, explorações agrícolas e outras infraestruturas.

SVF // ACL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS