Homem foi comprar droga e acabou roubado e sequestrado

Em janeiro de 2020, José Manuel pediu a um amigo que lhe indicasse um sítio para adquirir haxixe e acabou num apartamento do Bairro Social de Santa Tecla, em Braga. Apareceu com uma elevada quantia de dinheiro, cerca de 700 euros e acabou roubado e sequestrado por dois homens, Jaime Montolha e Rodrigo Silva.

Homem foi comprar droga e acabou roubado e sequestrado

Homem foi comprar droga e acabou roubado e sequestrado

Em janeiro de 2020, José Manuel pediu a um amigo que lhe indicasse um sítio para adquirir haxixe e acabou num apartamento do Bairro Social de Santa Tecla, em Braga. Apareceu com uma elevada quantia de dinheiro, cerca de 700 euros e acabou roubado e sequestrado por dois homens, Jaime Montolha e Rodrigo Silva.

Em janeiro de 2020, José Manuel pediu a um amigo que lhe indicasse um sítio para adquirir droga, e acabou num apartamento do Bairro Social de Santa Tecla, em Braga. Apareceu com uma elevada quantia de dinheiro, cerca de 700 euros e acabou roubado e sequestrado por dois homens, Jaime Montolha e Rodrigo Silva.

Segundo diz a acusação do Ministério Público de Braga, Jaime Montolha pegou numa caçadeira de dois canos e apontou-a à vítima, dizendo: “Estou a ficar tolo!”. José Manuel terá dito – “Tira isso, irmão!” -, mas o pedido não surtiu o efeito. Mas ainda assim exigiram-lhe o dinheiro e eu entregou-o, temendo levar um tiro. Tiraram-lhe o dinheiro e o cartão multibanco, e exigiram o código.

José Manuel ficou sequestrado no apartamento, sob ameaça de um martelo e uma faca. A dupla ainda tentou sacar-lhe dinheiro através de outro cartão multibanco, mas este não tinha saldo. Mais de 24 horas depois, pelas quatro da madrugada do dia seguinte, a vítima conseguiu fugir. Feita a queixa à PSP, seguiu-se uma rusga, que, além da caçadeira, apreendeu uma pistola modificada.

Os dois arguidos ficaram presos preventivamente e vão agora ser julgados por crimes de roubo, sequestro e posse ilegal de arma

 

LEIA AGORA
Idosa de 94 anos impedida de comprar vestido de noiva por ser de cor
Idosa de 94 anos impedida de comprar vestido de noiva por ser de cor
Na época do casamento, em 1952, Martha Tucker, hoje com 94 anos, foi impedida de entrar na loja para comprar um vestido de noiva por causa da cor da pele. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS