Saiba como a qualidade do ar se reflete diretamente na saúde

Quem convive com problemas respiratórios geralmente percebe este fator com mais frequência, por ser diretamente afetado pelas alterações.

Saiba como a qualidade do ar se reflete diretamente na saúde

Saiba como a qualidade do ar se reflete diretamente na saúde

Quem convive com problemas respiratórios geralmente percebe este fator com mais frequência, por ser diretamente afetado pelas alterações.

No dia a dia, é bem comum que se pense na qualidade da comida, da água, se está frio, calor, mas nem sempre paramos para pensar na qualidade do ar que respiramos. Quem convive com problemas respiratórios geralmente percebe este fator com mais frequência, por ser diretamente afetado pelas alterações.

Mas como respirar um ar mais saudável? Podemos optar por consumir diversos tipos e marcas de águas filtradas, alimentos orgânicos, tudo isso com selos de qualidade e garantia. Mas e o ar? Lidar com o invisível, mas absolutamente vital para nossa sobrevivência e qualidade de vida, pode ser mais desafiador do que parece, mas não impossível.

A qualidade do ar varia de um lugar para o outro, conforme fatores meteorológicos, quantidade de carros, indústrias, etc. E se engana quem pensa que apenas o sistema respiratório é afetado por um ar poluído. Pesquisadores de Singapura observaram em estudo que paradas cardíacas podem acontecer devido aos efeitos negativos do ar.

De acordo com os dados, pequenas partículas que circulam aumentam essa condição. Elas são “25 vezes menores que um fio de cabelo e podem ser facilmente inaladas.” Além de problemas cardíacos, eles relacionam também à existência de doenças autoimunes e demências. A pesquisa foi divulgada revista científica The Lancet . É importante alertar que, mesmo em uma cidade com altos níveis de poluição, os cuidados e as alterações de rotina para ambientes internos fazem toda a diferença.

Veja algumas recomendações que podem ajudar:

– Evite fumaça: se for fumante, evite fazê-lo em ambientes fechados. Na cozinha, o uso do exaustor é bem eficiente para a renovação e purificação do ar que sai das panelas;

– Limpeza: troque ou limpe sempre o filtro do ar-condicionado. O mesmo serve para as hélices do ventilador. Tapetes, cortinas e mobília também merecem atenção especial e devem ser lavadas pelo menos a cada três meses;

– Atenção aos produtos químicos: algumas marcas de odorizadores de ar, multiúso e naftalinas contêm substâncias tóxicas, corrosivas e inflamáveis. Opte por produtos naturais;

– Equilibre a umidade: em excesso, a umidade causa mofo e transmite bactérias, que agravam os problemas respiratórios e as infecções.

Arejar este ambiente e cultivar algumas plantas – lírio, espada-de-são-jorge, etc. – também ajuda a manter um ar mais saudável. Uma curiosidade é que as partículas poluentes geralmente são produzidas no interior dos ambientes. Visto isso, outro recurso cada vez mais utilizado é o purificador de ar, que filtra o ar interno e o devolve sem as partículas nocivas prejudiciais à saúde. Enquanto está ligado, o aparelho faz esse processo constantemente. Ele elimina bactérias, fungos, micróbios, odores, poeira e ajuda com os resíduos de produtos químicos do ambiente.

Cuidar da qualidade do ar é basicamente cuidar de cada aspecto da saúde; modificando e melhorando hábitos dentro de casa, ajudamos muito todo o meio ambiente.

Impala Instagram


RELACIONADOS