Dormir com a luz acesa e a televisão ligada engorda. Saiba porquê

Se tem por hábito dormir com a luz acesa ou com a televisão ligada, é melhor rever a sua rotina de sono.

Dormir com a luz acesa e a televisão ligada engorda. Saiba porquê

Dormir com a luz acesa e a televisão ligada engorda. Saiba porquê

Se tem por hábito dormir com a luz acesa ou com a televisão ligada, é melhor rever a sua rotina de sono.

Se tem por hábito dormir com a luz acesa ou com a televisão ligada, é melhor rever a sua rotina de sono. Um estudo norte-americano desenvolvido por cientistas do National Institutes of Health associa pela primeira vez a exposição à luz artificial durante a noite ao aumento de peso em mulheres. Os resultados da investigação sugerem que apagar as luzes na hora de dormir pode reduzir a probabilidade de as mulheres se tornarem obesas. O impacto da luz artificial é, contudo, variável.

Mais de 50 ‘chefs’ e 13 estrelas Michelin em festival internacional em Lisboa
O Foodtopia, o primeiro festival internacional de comida na rua em Lisboa reúne, nos próximos dias 02 e 03 de julho, mais de 50 ‘chefs’, 13 restaurantes com estrelas Michelin, música e instalações artísticas (… continue a ler aqui)

O estudo mostrou que as mulheres que tinham por hábito dormir com a luz ou a televisão acesas tinham 17 por cento de probabilidade de ganhar cinco quilos ou mais. Já o impacto da luz proveniente de outras divisões da casa, como da sala de estar, era mais subtil.

O impacto da luz noturna

O cientista Chandra Jackson, co-autor do estudo e diretor do National Institute of Environmental Health Sciences, explica a relação que existe entre a exposição à luz artificial e o ganho de peso. «A exposição à luz artificial pode suprimir a hormona do sono, a melatonina, e alterar outros processos biológicos que aumentam o risco de desenvolver a obesidade».

A investigação analisou as respostas de 43.722 mulheres, com idades entre os 35 e os 74 anos, que responderam a um questionário sobre a rotina do sono e que perguntava diretamente às mulheres se estas tinham por hábito dormir sem luz, com uma pequena luz noturna, com uma luz acesa fora do quarto, ou com uma luz acesa no quarto ou com a televisão ligada.

Os investigadores usaram como referências o peso, a altura, a circunferência da cintura e do quadril e o índice de massa corporal, bem como informações sobre o peso no início do estudo e cinco anos depois.

Uma nova estratégia para perder peso

O autor principal do estudo, Yong-Moon Park, refere mesmo que apagar as luzes à noite pode ser uma estratégia viável de saúde pública para reduzir a incidência da obesidade em mulheres.

«A alimentação calórica e os comportamentos sedentários têm sido os fatores mais associados ao aumento contínuo da obesidade mas este estudo destaca a importância da luz artificial à noite e vem dar às mulheres uma nova estratégia para melhorarem a sua saúde», sugere o especialista.

Impala Instagram


RELACIONADOS