Dez segredos da princesa Diana: do vibrador da sorte ao corte de cabelo

A princesa Diana continua a ser uma das mulheres mais admiradas do mundo, cuja vida suscita ainda muito interesse. Fique a conhecer 10 curiosidades sobre Lady Di que, provavelmente, não sabia.

Dez segredos da princesa Diana: do vibrador da sorte ao corte de cabelo

Dez segredos da princesa Diana: do vibrador da sorte ao corte de cabelo

A princesa Diana continua a ser uma das mulheres mais admiradas do mundo, cuja vida suscita ainda muito interesse. Fique a conhecer 10 curiosidades sobre Lady Di que, provavelmente, não sabia.

A princesa Diana morreu no dia 31 de agosto de 1997, num trágico acidente de viação, em Paris, mas continua a ser um dos membros da realeza mais admirados pela sua simplicidade e irreverência. A poucos dias do aniversário da morte  da “princesa do Povo”, contamos-lhe 10 curiosidades sobre Lady Di que provavelmente não sabia.

1. Lady Di estudou em casa na infância

Até aos 9 anos, a princesa Diana frequentava o ensino escolar, onde era acompanhada por um tutor. Só depois de os pais se divorciarem é que lady Di foi matriculada na escola Riddlesworth Hall, em Norfolk, onde vivia com o pai e os três irmãos, lady Sarah, lady Jane e Charles Spencer.

A mãe de William e Harry nunca foi uma grande aluna e depois de falhar dois exames decisivos, na West Heath School, acabou por desistir dos estudos. O pai, John Spencer, ainda tentou convencê-la a ir estudar para a Suécia, mas sem sucesso.

2. O sonho de ser bailarina de dança clássica

Durante a infância, a princesa Diana queria ser bailarina profissional de dança clássica, um sonho que acabou por ficar para trás devido à sua altura (lady Di era muito alta e media 1,78m em fase adulta). Apesar de não ter seguido o seu sonho, Diana Spencer continuou a acompanhar o ballet clássico e apoiava o English National Ballet.

3. Os trabalhos que teve antes de se casar com Carlos

A princesa Diana chegou a trabalhar como ama durante algum tempo, atividade que conciliava com os estudos. Depois, chegou a ser instrutora de dança e auxiliar do jardim de infância na Young England School.

4. O príncipe Carlos saiu com a irmã de Diana antes de a conhecer

Antes de conhecer a princesa Diana, o príncipe Carlos chegou a sair com lady Sarah Spencer, a irmã mais velha de lady Di. Foi a própria que apresentou ao príncipe de Gales àquela que viria a ser a mãe dos seus filhos – William e Harry. A princesa Diana casou-se com Carlos aos 20 anos. O filho da rainha Isabel II tinha 32.

5. Lady Di continua a ser detentora dos recordes de audiências

O casamento da princesa Diana com o príncipe Carlos, em 1981, foi transmitido no mundo inteiro e assistido por 750 milhões de pessoas, um recorde que nunca chegou a ser ultrapassado. O seu funeral, em 1997, teve uma audiência de 2,5 mil milhões de espectadores, o valor mais elevado de sempre, e o documentário Diana, a Nossa Mãe: A Sua Vida e o Seu Legado, que foi transmitido pelo ITV em 2017, 20 anos após a morte de lady Di, foi visto por 6 milhões de pessoas no Reino Unido.

6. O vestido de casamento e os votos revolucionários

O casamento de lady Di deu muito que falar e o grande protagonista foi o vestido de noiva escolhido. A cauda do modelito tinha oito metros foi a mais longa de sempre da história da família real britânica. Feito com seis tecidos diferentes, o vestido tinha mais de 10 mil pérolas. Mas não foi só o look da princesa Diana que foi revolucionário. Antes da cerimónia, a ex-mulher do príncipe Carlos decidiu alterar os votos matrimoniais, que diziam expressamente que a mulher deveria “obedecer sempre” ao marido. O príncipe William e Kate Middleton repetiram esta alteração quando se casaram, 30 anos depois.

7. A história por detrás do título de “princesa do Povo”

Diana Spencer era conhecida por ser uma mulher muito descontraída e preocupada com o povo. A mãe de William e Harry apoiava centenas de instituições de caridade e era embaixadora da International Campaign to Ban Landmines (uma campanha para acabar com as minas terrestres). A organização venceu o Prémio Nobel da Paz alguns meses depois da morte da princesa Diana. Antes de morrer, lady Di leiloou 79 vestidos e doou o valor arrecadado a associações para combater a sida e o cancro da mama.

8. Ligação da avó à casa real britânica

A ligação da princesa Diana à Casa Real britânica já tem vários anos. A sua avó, lady Fermoy, era dama de companhia da Rainha Isabel I, a mãe da rainha Isabel II. Existe a teoria de que as duas eram muito amigas e incentivaram o casamento dos netos, Diana e Carlos. Boato que nunca chegou a ser confirmado.

9. O “Vibrador da Sorte”

Ken Wharfe, o guarda-costas da princesa Diana, revelou no livro “Diana: O Segredo Mais Bem Guardado” que a mãe de William e Harry era inseparável de um objeto especial: um vibrador. Lady Di levava o brinquedo sexual para todo o lado. O “vibrador da sorte” foi-lhe oferecido em 1992, depois de se ter separado do príncipe Carlos, numa noite “louca” em Paris. Desde esse dia, Diana Spencer nunca tirava o objeto da mala, com medo de ter azar.

10. Corte de cabelo radical

Em 1990, a princesa Diana recorreu ao seu cabeleireiro de confiança Sam McKnight para a preparar para uma sessão fotográfica para uma revista britânica. Sam desafiou-a a cortar o cabelo muito curto e lady Di surpreendeu-o quando, sem hesitar, aceitou o desafio. A história é contada pelo próprio no livro Hair by Sam McKnight. Depois desse dia, Diana Spencer adotou o corte ‘pixie’ e influenciou muitas mulheres a optar por cortes de cabelo mais ousados e curtos.

Esta quinta-feira, 1 de julho, os príncipes William e Harry vão juntar-se para inaugurar uma estátua em homenagem à mãe, a princesa Diana, no Sunken Garden, no Palácio de Kensington, que foi outrora a residência de lady Di e que é atualmente a casa dos duques de Cambridge.

Texto: Mafalda Mourão

Impala Instagram


RELACIONADOS