Tony Carreira revela detalhes do processo de Sara Carreira e deixa aviso

Tony Carreira continua em desespero por ainda não se saber o que aconteceu a 5 de dezembro de 2020, dia em que a sua filha, Sara Carreira, morreu na sequência de um acidente de viação na auto-estrada A1.

Tony Carreira revela detalhes do processo de Sara Carreira e deixa aviso

Tony Carreira continua em desespero por ainda não se saber o que aconteceu a 5 de dezembro de 2020, dia em que a sua filha, Sara Carreira, morreu na sequência de um acidente de viação na auto-estrada A1.

Tony Carreira continua em desespero por ainda não se saber o que aconteceu a 5 de dezembro de 2020, dia em que a sua filha, Sara Carreira, morreu na sequência de um acidente de viação na auto-estrada A1. Passado ano e meio do fatídico desastre, o cantor alega que não quer “culpados”, mas apenas saber o que se passou. “A nossa justiça é a miséria que é. Por exemplo, estou há dois anos a tentar saber o que aconteceu à minha filha. Portanto, a nossa justiça é isto”, desabafou Tony Carreira, no passado dia 4 de julho, no programa Dois às 10, da TVI, onde esteve para apresentar o seu mais recente single, Lisboa.

À conversa com os apresentadores Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz, o cantor não escondeu que lida “muito mal” com o caso. “É uma guerra interna entre a Procuradora e a Juíza. Elas não estão de acordo, mas, não estando de acordo, está aqui um pai que não sabe ainda o que aconteceu. Eu cruzo-me com pessoas que me dizem que estão há dez anos nesta situação. E a nossa justiça é isto. Eu pergunto se a própria justiça acha que isto é normal”, prosseguiu, acrescentando: “A única coisa que eu quero saber, e que eu exijo saber, como pai, é o que é que aconteceu. Culpar alguém, para mim, já não resolve absolutamente nada”, atirou.

Em abril passado, veio a público que o processo que investiga a morte de Sara Carreira estava parado e a aguardar uma decisão dos juízes desembargadores do Tribunal da Relação de Lisboa. De acordo com o despacho a que o Correio da Manhã teve acesso, a juíza considerou que o Ministério Público (MP) não explicou na acusação deduzida em dezembro se os arguidos Cristina Branco e Ivo Lucas são acusados de homicídio por negligência simples ou negligência grosseira no que se refere ao acidente. De acordo com a juíza, esta omissão de despacho e pronúncia implica a “nulidade de falta de promoção do inquérito”, pelo que a acusação foi considerada nula e devolvida ao MP.

Recorde-se que o carro onde seguia Sara Carreira, conduzido por Ivo Lucas, embateu de frente no carro da fadista Cristina Branco, que se encontrava parado na A1, após um acidente que envolveu uma primeira viatura. Sara Carreira tinha 21 anos e foi a única vítima mortal.

Tony Carreira desmente compra de casa

Depois de a Nova Gente ter revelado que o cantor vendeu a sua casa no Algarve por  6,7 milhões de euros, a revista TV Guia escreveu que o artista queria investir numa propriedade na zona de Melides. Ora, de acordo com Tony Carreira, a revista do grupo Cofina mentiu. “Agora inventou-se para aí que eu comprei uma casa em Melides e anda tudo a perguntar onde é a minha casa em Melides. Eu nunca comprei nada em Melides”, afirmou no matutino da TVI.  “Alguém que me diga onde é a casa porque eu posso estar senil e esqueci-me”, ironizou ainda o cantor, rematando: “É o jogo da mentira propositado para vender”.

Verdade é que o pai de Mickael e David Carreira se desfez da mansão que tinha na zona de Vilamoura, onde recebeu por telefone a notícia de que Sara tinha sofrido um acidente de viação. A confirmação da morte da sua “princesa” foi dada já no Hospital de Santarém, para onde se dirigiu de imediato.

Texto: Ana Filipe Silveira;
Fotos: DR

 

Impala Instagram


RELACIONADOS