Gisela Serrano infetada com covid-19 a receber oxigénio no hospital

Gisela Serrano está infetada com covid-19 e a receber oxigénio no Hospital de Setúbal, onde deu entrada de ambulância. “Sempre tive cuidado…”, garante a ex-comentadora de Masterplan, na SIC, e de Big Brother, na TVI.

Gisela Serrano infetada com covid-19 a receber oxigénio no hospital

Gisela Serrano está infetada com covid-19 e a receber oxigénio no Hospital de Setúbal, onde deu entrada de ambulância. “Sempre tive cuidado…”, garante a ex-comentadora de Masterplan, na SIC, e de Big Brother, na TVI.

Aos 49 anos, Gisela Serrano testou positivo à covid-19 e está internada e a receber oxigénio no Hospital de Setúbal. A ex-concorrente de vários reality shows portugueses, como Masterplan (SIC) e Big Brother (TVI), claramente abatida pelos fortes sintomas da doença provocada pelo novo coronavírus sente-se “mais ou menos”. “Dói-me o corpo todo. “Comecei a sentir-me muito cansada” na sexta-feira. Nessa altura, fui fazer um teste rápido e acusou negativo. Anteontem e ontem [segunda e terça, 5 e 6 de julho], comecei a ter mais sintomas.”

Com o agravamentos dos sintomas, a também ex-comentadora de Big Brother acabou por chamar uma ambulância e encontra-se, neste momento, a receber assistência hospitalar. “Estou à espera do resultado de um raio-x. Consoante o resultado é que se sabe se tenho alta”, explica, assumindo-se “muito cansada”.

Gisela Serrano não sabe como ficou infetada

“Não faço ideia alguma. Sempre tive cuidado… Se calhar, foi num restaurante. Não sei, não faço ideia”, diz apenas a esteticista – citada pela TV 7 Dias –, que avançou com a notícia de que tinha testado positivo à covid-19, através das redes sociais, no decorrer da tarde desta terça-feira. “A todas as minhas clientes e amigos que estiveram comigo, façam o teste à covid-19. O meu deu positivo”, fez saber.

O Boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde de terça-feira, 6 de julho, revela 2.170 novas infeções e 1 óbito por covid-19 em 24 horas em Portugal. O total de infeções no nosso país desde o início da pandemia sobe para 892.741 e o de mortos para 17.118. Estão 613 pessoas internadas e, destas, 133 estão em unidades de cuidados intensivos, menos 3 do que nas 24 horas anteriores.

Texto: Dúlio Silva; Foto:
Reprodução redes sociais

Impala Instagram


RELACIONADOS