Como a TVI garante que novos concorrentes do Big Brother não estão infetados com covid-19

Big Brother – A Revolução estreia-se dentro pouco. A dez dias do regresso do reality show, quisemos saber como é que a TVI garante que os concorrentes não estão infetados com Covid-19.

Como a TVI garante que novos concorrentes do Big Brother não estão infetados com covid-19

Como a TVI garante que novos concorrentes do Big Brother não estão infetados com covid-19

Big Brother – A Revolução estreia-se dentro pouco. A dez dias do regresso do reality show, quisemos saber como é que a TVI garante que os concorrentes não estão infetados com Covid-19.

Em abril passado, a TVI dava o pontapé de saída para o quinto Big Brother em Portugal de uma forma nunca antes vista: com a entrada em quarentena dos concorrentes, assim obrigados pela pandemia de Covid-19. O canal mostrou na sua antena as duas semanas em que os participantes se mantiveram isolados em aparthoteis e só então, verificando que nenhum deles estava infetado, permitiu a entrada dos mesmos na casa na Ericeira que acolheu o formato.

A cerca de 15 dias da estreia de Big Brother – A Revolução, a 13 de setembro, edição que assinala o regresso de Teresa Guilherme à apresentação do reality show, quisemos saber qual o procedimento agora adotado pela estação de Queluz de Baixo e pela produtora Endemol.

«Os concorrentes fazem inicialmente um teste à Covid e depois entram em quarentena. Pouco tempo antes de entrarem na casa do Big Brother, fazem outro teste e um contra teste de modo a garantir que estão efetivamente bem», conta fonte oficial da TVI à NOVA GENTE.

O canal opta por não entrar em pormenores relativamente ao número de dias que os participantes ficam em isolamento nem sobre os dias em que serão testados.

Recorde-se que, naquela edição apresentada por Cláudio Ramos, dois ex-concorrentes – Hélder e Daniel Monteiro – regressaram ao programa da TVI sem terem sido submetidos a uma quarentena de 14 dias, realizando apenas dois testes de diagnóstico. Na altura, em declarações à TV 7 Dias, a Direção-Geral de Saúde admitiu existir um risco de infeção.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS