Wimbledon: Djokovic e Alcaraz elevam o nível e avançam para os oitavos de final

O tenista sérvio Novak Djokovic, campeão em título, e o espanhol Carlos Alcaraz continuam a elevar o nível na relva do All England Club, onde hoje garantiram a qualificação para os ‘oitavos’ de Wimbledon, terceiro ‘major’ da época.

Wimbledon: Djokovic e Alcaraz elevam o nível e avançam para os oitavos de final

Wimbledon: Djokovic e Alcaraz elevam o nível e avançam para os oitavos de final

O tenista sérvio Novak Djokovic, campeão em título, e o espanhol Carlos Alcaraz continuam a elevar o nível na relva do All England Club, onde hoje garantiram a qualificação para os ‘oitavos’ de Wimbledon, terceiro ‘major’ da época.

Num dia em que os portugueses Nuno Borges e Francisco Cabral foram eliminados na segunda ronda de pares, o primeiro cabeça de série, de 35 anos, dominou completamente o adversário, o compatriota Miomir Kecmanovic, em três ‘sets’, por 6-0, 6-3 e 6-4, para assegurar a manutenção em prova, ao fim de uma hora e 53 minutos.

“Penso que estou a jogar cada vez melhor, conforme o torneio vai avançando. Claro que é o que se deseja enquanto jogador, que em cada encontro se eleve o nível, e penso que é isso que está a acontecer”, comentou o tenista de Belgrado, que procura o sétimo título em Londres, quarto consecutivo.

Depois de voltar a ceder apenas 17 pontos no seu serviço e quebrar seis vezes o serviço de Kecmanovic, 30.º colocado no ‘ranking’ ATP, Novak Djokovic alcançou o seu 24.º triunfo consecutivo em relva, superfície na qual vai agora medir forças com o surpreendente neerlandês Tim van Rijthoven, detentor de um ‘wild card’ para se estrear no quadro principal, que bateu na terceira ronda Nikoloz Basilashvili, com os parciais de 6-4, 6-3 e 6-4.

Ainda mais rápido que o número três mundial, Carlos Alcaraz, de 19 anos, apenas precisou de uma hora e 38 minutos, no ‘court’ número um, para assegurar a estreia nos oitavos de final de Wimbledon, ao impor-se ao germânico Oscar Otte, pelos parciais de 6-3, 6-1 e 6-2.

O jogador de Múrcia, sétimo colocado na hierarquia ATP, concretizou 37 ‘winners’ contra apenas oito erros não forçados, durante um encontro em que salvou um único ponto de ‘break’ diante Otte (36.º ATP), e marcou duelo com o italiano Jannik Sinner, de 20 anos.

Tal como Alcaraz, o transalpino, 10.º cabeça de série, também vai disputar pela primeira vez a quarta ronda do torneio britânico, após ter ultrapassado, por 6-4, 7-6 (7-4) e 6-3, o norte-americano John Isner, que fez história hoje, ao tornar-se no tenista com mais ases na história do ténis mundial com 13.748, superando assim a marca de 13.728 do croata Ivo Karlovic.

Assim como os principais favoritos, o britânico Cameron Norrie, que figura no 12.º lugar no ‘ranking’ mundial, também não encontrou dificuldades para derrotar o seu adversário, o norte-americano Steve Johnson (98.º), por 6-4, 6-1 e 6-0, e alcançar o melhor resultado no All England Club, onde vai jogar, pela primeira vez, o acesso aos quartos de final frente a outro norte-americano, Tommy Paul.

Na competição de pares, depois da estreia vitoriosa em cinco ‘sets’, os portugueses Nuno Borges e Francisco Cabral, campeões do Estoril Open, foram eliminados pelos colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, que conquistaram o título de Wimbledon em 2019, por 7-5, 6-4 e 6-2, em duas horas e um minuto.

Na prova feminina, a grande surpresa da jornada de hoje foi a derrota da grega Maria Sakkari, número cinco mundial, frente à alemã Tatjana Maria (103.ª WTA), em apenas duas partidas, por 6-3 e 7-5.

Depois de ter liderado o segundo ‘set’ por 5-2 e desperdiçado dois ‘set points’, a helénica permitiu a qualificação inédita de Tatjana Maria, aos 34 anos, para os oitavos de final do terceiro torneio do Grand Slam da temporada. A próxima adversária será Jelena Ostapenko, 12.ª pré-designada, que afastou a romena Irina-Camelia Begu, por 3-6, 6-1 e 6-1.

A tunisina Ons Jabeur, por sua vez, confirmou o seu estatuto de número dois mundial ante a jovem francesa Diane Parry, de 19 anos, e, em apenas dois ‘sets’, por 6-2 e 6-3, marcou duelo com a belga Elise Mertens, responsável pelo desaire da alemã Angelique Kerber, antiga campeã de Wimbledon (2018), por 6-4 e 7-5.

SRYS // AJO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS